)

Ergopolis

I Cittadini interessati possono scaricare l'intero testo da fondo pagina

.pdf 735 Kb
159 pagine

 

 

A SÍNDROME DE BURNOUT NO CONTEXTO HOSPITALAR PEDIÁTRICO
ANDRÉA BATISTA MAGALHÃES

 


Este estudo trata da investigação da Síndrome de Burnout em profissionais que atuam em contexto hospitalar pediátrico. O Burnout – ou estresse crônico ocupacional - tem sido um tema de interesse de diversos pesquisadores que buscam compreender questões relativas à saúde do trabalhador. Desta forma, objetivou-se identificar, descrever e compreender indicadores de Burnout entre profissionais de saúde de uma pediatria de um hospital universitário público. Foram utilizados os
Questionários Breve de Burnout (CBB) e de Personalidade Resistente ao Burnout (CPR), além de uma entrevista semi-estruturada. Participaram da pesquisa 27 profissionais com escolaridade mínima de graduação, que atuam na Pediatria do HC-UFG (10 médicos; 7 enfermeiras; 5 multiprofissionais, ou sejam, Assistente Social, Musicoterapeuta, Nutricionista, Pedagoga e Psicóloga; e, 5 Médicas Residentes). A
análise quantitativa revelou que os profissionais ainda não estão em Burnout, mas têm escores médio em Processos de Burnout, ou seja, já são afetados por fatores que precedem a Síndrome de Burnout. Nos fatores organizacionais, as equipes tiveram escores baixo nas subescalas de Tarefa e de Organização. Na subescala Tédio, Enfermeiras e Médicas Residentes cotaram escores alto, que indicam estarem caminhando para a Exaustão Emocional. A análise do CPR mostrou Médicos e Equipe Multiprofissional com escore alto em Implicação. Em relação ao Controle, Equipe Multiprofissional e Residentes tiveram escores baixo, e sobre Desafio,
Médicos e Médicos-Residentes cotaram escores alto. O CPR avaliou que apenas os Médicos mantém vulnerabilidade alta com relação ao Burnout. A análise qualitativa demonstrou que os profissionais estão sendo afetados pela variável organizacional, trazendo transtornos físicos e psicosociais. A Exaustão Emocional é representada por 57 citações (menções discursivas), mas o nível de satisfação profissional também é alto. Os fatores mais citados pelos profissionais como estressores e produtores de desgastes profissionais são: estressores físicos e psicológicos, condição de trabalho
insatisfatória, relações de trabalho insatisfatórias e sobrecarga de trabalho e/ou horários. Ressalta-se a importância de trabalhar junto à instituição estabelecendo ações preventivas à Síndrome de Burnout, vez que, instalados e diagnosticados, os prejuízos são de ordem individual, coletiva e organizacional. Considera-se, finalmente, a necessidade da continuidade de pesquisas, relativas ao Burnout, com profissionais que trabalham em outras clínicas do HC/UFG.


Il freeware è riservato ai Cittadini di
Se non lo sei ancora, clikka per leggere i dettagli
Quando esce il form, inserisci Id e Password
Ti ricordiamo anche che nessuna comunita' vive se tutti i suoi membri si limitano a prendere. Psicopolis si basa sullo scambio, quindi ogni tanto dai un tuo contributo: NON SOLDI ma un intervento sulle bacheche, oppure qualche materiale utile o una segnalazione interessante.
Attenzione, se trovi il server occupato, riprova in orari diversi. Se hai difficoltà a scaricare o ricevi un file corrotto, . Ogni programma è stato controllato con antivirus, ma Psicopolis non risponde del funzionamento del software, che è reperito in rete.